É possível viver felizes para sempre??

Oh, Amados! Este tão desejado, “felizes para sempre”, talvez não seja um conto defadas.Os princípios da Palavra imutável de Deus, podem nos capacitar e nos dar poder para ordenarmos a nossa vida e levantar a sombra de ressentimento de nossos corações.

Em um artigo recente, Ruth Bell Graham falou sobre um desejo antigo de servir no Tibet. “Eu penso que o Senhor me deu este desejo profundo com um propósito”, ela escreveu, “para que eu pudesse ter entendimento e o sentido de satisfação que agora tenho, através do trabalho do Bill (Billy Graham). Eu sabia desde o princípio que não teria o primeiro lugar em sua vida, Cristo seria sempre o primeiro”. Sabendo e aceitando isto, resolveu muitos problemas de imediato.“Eu posso deixar  que ele vá, sem ressentimento, e esperar por sua volta, alegremente.”

Ao ler a história de Billy e Ruth Graham você talvez pense… Se eu ao menos tivesse um(a) esposo(a) que amasse a Deus desta maneira – alguém disposto a seguir a Cristo e fazer a Sua vontade. Quando você observa outros casais de longe, ou até mesmo de maneira pessoal – parece bem mais fácil do que é na realidade. Cada um de nós nos deparamos com circunstâncias únicas em nossa vida, desafios, desapontamentos e lutas que talvez ninguém saiba, somente o Senhor. Ninguém tem uma situação perfeita porque não há um lugar perfeito ou pessoas perfeitas neste planeta.

Quem quer que você seja, com quem quer que você esteja casado, você enfrentará tensões, aborrecimentos e pressões que tentarão destruir o seu matrimônio. Qual é o segredo para poder manter o seu casamento? Amados, um caminhar diário e íntimo com Deus é o elemento fundamental para manter um marido, uma esposa e a família juntos. É o relacionamento vital em toda a vida, mais importante ainda que o relacionamento com o seu esposo(a) ou filhos, ainda que eles sejam mais preciosos para você do que a própria vida. Precisa começar aqui. Não pode começar em nenhum outro lugar.

Você pode falar sobre coisas específicas do casamento – comunicação, dinheiro, sexo, crianças, parentes – mas se não der prioridade ao  relacionamento com o seu Criador,  Deus, seu casamento estará sempre em perigo. Nós temos o privilégio indescritível de andar e falar com o Deus vivo. Louvado seja o Seu Nome! Através de Jesus, Deus é restaurado à merecida posição em nossas vidas. Ele torna-se nosso Deus e nós nos tornamos o Seu povo e Ele passa a residir em nós pelo poder do Seu Espírito.

Cristo em nós – a esperança da glória.

Cristo em nós – o Senhor de nossas vidas.

Cristo em nós –  socorro bem presente no dia da angústia.

Cristo em nós –  Assim com confiança, ousamos dizer: O Senhor é o meu auxílio; não temerei. O que me poderá fazer o homem?

A morte e a ressureição de Cristo fez possível a restauração do relacionamento mais importante já criado – o relacionamento entre Deus e o homem.

É isso, então, suficiente para manter um casamento? Ter Cristo em você? É uma garantia de vida, casamento e uma família sem dificuldades? É o cristianismo um tapete mágico para a felicidade legítima e tranquilidade? Eu gostaria de poder dizer que é verdade, mas simplesmente ser cristão não é ter uma couraça de ferro que garante um casamento feliz. Casamento precisa ser trabalhado com infusões maciças da graça de Deus e um entendimento sólido dos preceitos e mandamentos em Sua Palavra.

Algumas vezes quando converso com alguém que tem observado o nosso casamento, me perguntam algo como: “O que tem proporcionado a você o bom casamento e o ministério frutífero todos esses anos? O que mantem você e o Jack juntos e fiéis um ao outro, quando vemos outros líderes divorciados ou separados de seus esposos? Que tipo de super cola você usa? É a cola de manter um relacionamento íntimo devotado com o nosso Pai, é determinar que Deus e Sua Palavra têm prioridade sobre nós mesmos. Nem mais nem menos. Vamos falar por uns momentos sobre o segundo mais importante relacionamento: a união entre um homem e uma mulher.

Depois que Deus criou Eva, Ele a apresentou a Adão. As Escrituras nos dão as exatas palavras: “Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada mulher, pois do homem foi tomada. “ (Gênesis 2:23). E mais adiante diz: “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão os dois uma só carne. E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher, e não se envergonhavam. “Qual é o significado das palavras de Adão? Quando Deus apresentou Eva a Adão, o próprio ato fez de Adão um despenseiro. Afinal a mulher havia sido criada para o homem e apresentada a ele. Claro que o presente que Deus trouxe, exigia também uma séria responsabilidade.

Eva é parte de Adão – não apenas um suplemento afixado, uma bagagem extrema um intenso e profundo senso de identificação. Como é importante isto no casamento ¯ identificar-se um com outro, pertencer um ao outro, entesourar um ao outro!Paulo nos diz em 1 Coríntios 11:7 e 8 “… a mulher é a glória do homem. Pois o homem não proveio da mulher, mas a mulher do homem.” A palavra “glória” significa “ver”, portanto dar uma opinião correta ou uma estimativa correta. A identificação é intrínseca e muito real, quando um homem ama a sua esposa, ele está na verdade amando a si mesmo. No casamento esta é a intenção de Deus, que o homem e a mulher tornem-se uma expressão um do outro, assim como acontece como o Pai celestial e o Seu Filho, Jesus Cristo. Jesus era a glória do Pai. Ele disse aos discípulos: “Se vós me conhecêsseis, também conheceríeis a meu Pai, e já desde agora o conheceis, e o tendes visto (João 14:7)”.

Deus não somente estabeleceu o relacionamento do casamento com os princípios de despenseiro e identificação mútua, mas, Ele também deixou claro que este relacionamento deveria ter prioridade sobre todos os outros relacionamentos, com exceção do relacionamento do homem e da mulher com Deus. A Escritura nos  diz: “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.” (Gênesis 2:24)

O casamento substitui o relacionamento de filho com pai, porque no casamento marido e esposa são uma só carne, estão unidos. Com estas palavras a Escritura reconhece a prioridade do relacionamento marido-esposa. O homem deixará o seu pai e  sua mãe e unir-se-á à sua mulher. É singularmente importante que o homem mude-se do lar de seus pais que o educaram e o criaram para um outro lar, onde ele irá ocupar a posição de provedor e amante da mulher, a qual será a sua esposa. Juntos irão estabelecer uma família … um lar que será deles. É este ato de deixar que demonstra a nova prioridade na vida do homem. Ao fazer saber do seu compromisso e lealdade para com a mulher que ele esta tomando como sua esposa, ele está dizendo ao mundo: “Eu estou unindo-me com essa mulher para toda a vida.” Você pode imaginar o que aconteceria se isso fosse compreendido de maneira mais clara antes do casamento?

Prezados, casamento é um relacionamento permanente. Eu tenho paixão em ensinar a outros o que a Palavra de Deus tem a dizer sobre o casamento, porque a Sua Palavra é vida. A minha oração é que, através dos  Seus  poderosos preceitos, você irá chegar ao conhecimento da verdade, pura e inalterável verdade.

KaySignature

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *